Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



On my mind | Fall/Winter'14

por Marisa Furtado, em 02.09.14

Ontem o Miguel Esteves Cardoso escrevia no Público que Setembro é 75% do Verão. É aquele mês estranho em que está sempre calor, mas onde só de vez em quando faz muito calor, e que nos dá a ilusão que o frio, a chuva e os ventos ciclónicos que destroem o mais resistente dos chapéus são coisas que só acontecem aos outros. É o prolongamento mas, também, o fim da silly season. Tudo isto é verdade, sim ainda está calor, e sim ainda não é altura para guardar os biquínis e os shorts de ganga, mas é também impossível não fazer olhinhos de bambi às novas colecções que já só nos fazem lembrar os dias frios de Outono. É por isto que o mês de Setembro é aquele em que mais me custa ir às compras: os saldos já estão pelas horas da morte, as roupas mais giras são as malhas, os casacões e as botas mas a vontade de as trazer para casa é pouca ou nenhuma. Afinal que sentido faz comprar umas botas de pêlo quando lá fora estão 34.ºC e ainda temos tantos dias de calor pela frente? Nenhum, certo? E daí talvez não... é que no site da Zara um dos casacos que eu quero já está esgotado, e é logo aquele que tem mais pêlo!... 

Apesar de ainda não ter feito nenhuma aquisição para a estação que se avizinha já tenho algumas pecinhas debaixo de olho. Agora é só aguardar pelos dias mais frescos e fazer figas para as coisas não voarem das lojas num ápice - damn you bloggers!!

 

 

Sem título #45
 
1. Casaco Zara, o tal que já está esgotado - 69.95€

2. Miss Dior, 100ml - 112€. Já todos conhecem a minha pancada por perfumes e este é a minha mais recente obsessão. Tem um aroma muito envolvente, quente e distinto, perfeito para o Inverno

3. Botins Stradivarius - 55.95€

4. Botins Stradivarius - 49.95€. Adoro o pormenor da fivela!

5. Sapatos Pull&Bear - 25.99€. Ainda não consegui ultrapassar o facto de não ter uns sapatos nude que, apesar de serem um clássico, são super difíceis de encontrar, especialmente com um salto aceitável. E por aceitável entenda-se um sobre o qual se consiga andar sem parecer uma atrasada mental. Ainda não os vi em loja mas parecem ser exactamente o que ando à procura

6. Blazer Stradivarius - 39.95€. Adoro roupas largueironas que me permitam fazer o contraponto com outras mais justas e aqui as peças boyfriend - jeans, blazers, camisas - são as melhores aliadas. Já comprei um em preto mas este castanho já tem um espacinho reservado no meu coração. E no meu armário

7. Verniz Balmain. No Verão apostei em grande nos tons pastel e nude e acho que no Inverno vou continuar a usar essas cores nos meus outfits, para contrariar um bocadinho o tempo cinzentão da estação. A semana passada comprei um verniz nude na Kiko que rapidamente se transformou na minha new favourite thing. É uma cor extremamente elegante e vai ser o must-have da próxima estação. 

8. Blazer Mango - 49.99€. Mais um casaco largueirão... can't help it.

9. Mala Stradivarius - 29.95€. Tal como os sapatos nude também a falha de uma mala bowling no meu armário é coisa que me provoca um certo nervoso miudinho.

10. Camisola Pull&Bear - 19.99€. Gosto de peças careless com statments engraçados e esta conquistou-me. Gotta love the shrinks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:44

Women's Day | Descontos!

por Marisa Furtado, em 07.03.14

Graças às mulheres que se andaram a bater por direitos iguais aos dos homens, hoje temos a alegria de poder votar, ganhar - mais ou menos... - a mesma coisa que eles, trabalhar em qualquer área e, pasme-se, ocupar cargos de chefia!, vai buscar, que os tempos em que as mulheres só serviam para coser meias, limpar a casa e aturar as crises existenciais dos maridos já lá vão. O que elas não sabiam é que toda aquela revolução e a simbólica queima de sutiens também nos daria descontos na Oysho!, que é para comprarmos sutiens ainda mais bonitos e a preços simpáticos. *
Pois que durante todo o dia de amanhã as lojas e o site da Oysho vão estar com descontos de 20%, que se este dia existe tem de ser celebrado como deve ser. Deixo-vos aqui algumas das minhas peças favoritas para se inspirarem.


 




Camisa de noite, 19.99€





Cueca com tule, 7.99€. H-O-T.





Camisa de noite de cetim com renda, 25.99€






Body com renda, 25.99€





Calças e top, 19.99€ cada






Calças 17.99€

T-shirt, 9.99€








Calças, 19.99€

T-shirt, 9.99€

Cesta, 22.99€





Sweat, 22.99€





Vestido de babar, 29.99€





Bikquni completo, 26.98€. Estou completamente rendida à parte de cima!











 



 


 


 


*Penso que este é o momento ideal para fazer um aviso à navegação: neste blog faz-se uso indiscriminado da ironia, com especial incidência na ironia trágica - google it - por isso, senhoras e senhores, não levem demasiado a sério tudo o que aqui lêem. Isto é suposto ser uma coisa levezinha e sem pretensões a desenvolver grandes, ou mesmo pequenas, teorias sobre a humanidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:49

Most wanted | Mango Sporty Code

por Marisa Furtado, em 18.02.14

Já referi por aqui que o meu estilo favorito é o casual-chic que, como o próprio nome indica, é uma mistura de peças mais casuais/desportivas com outras mais femininas ou formais. Não me importo nada de passar umas horas a criar coordenados dessa onda com as peças que tenho no armário, mas há dias em que, simplesmente, não há paciência e a tendência é pegar nas primeiras coisas que me aparecem à frente e ir andando - umas vezes resulta, outras... nem por isso. Foi certamente a pensar nesses dias dramáticos que assolam a mais criativa das almas que a Mango criou a Sporty Code, uma colecção que é toda ela casual-chic. Não é preciso pensar muito nem andar pela loja toda com montanhas de peças nos braços até conseguir criar o look casual-chic perfeito. Está tudo no mesmo sítio, é só pegar e vestir. Estou rendida.


 

















Não há outra forma de dizer isto: amo tudo neste coordenado - humm, só mudava os sapatinhos -, especialmente os calções! Se lhes conseguir deitar a mão não tenho dúvidas que iremos ser muito felizes nos dias quentes de Verão.






Este é outro coordenado que despertou em mim sentimentos de luxúria. É tudo tão bom e conjuga tudo tão bem... perfeito. 




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17

Online store | Bershka

por Marisa Furtado, em 17.02.14

Estou cada vez mais virada para os sites e menos para as lojas. Com este tempo frio e chuvoso a vontade de me deslocar à Baixa é zero e o Colombo está sempre atulhado de gente. Resta-me o Amoreiras, que é muito mais calmo mas fica-me fora de mão e não tem as lojas todas que gosto... por isso, as compras online acabam por ser uma óptima solução. Compro aquilo que quero no conforto das minhas mantas polares, uns dias depois tenho aquilo que encomendei na loja e depois é só experimentar para ver se fica realmente bem. Se não gostar vou outra vez à caixa para devolver. Easy. Online consigo ver com mais calma as coisas todas, não me escapa nada, não há saias escondidas por trás de casacões - já perdi a conta à quantidade de vezes que isto me aconteceu na Pull&Bear - não há encontrões, nem música aos berros. Aliás, este último tem sido o grande motivo que me leva a evitar lojas como a Bershka e a Stradivarius. É que não há paciência. Não sei se isso quer dizer que estou a ficar velha, mas gosto de pensar que significa que há muito que saí dessa fase deprimente que é a adolescência. E isso é sempre uma coisa boa. Mas voltando às lojas, a Zara é claramente a minha favorita mas é praticamente impossível comprar ali todas as peças que gosto. A maioria dos preços não são nada amigos da carteira e há muitas peças que estão, claramente, um pouco acima daquilo que valem. Restam-me duas soluções: ou espero pelos saldos ou vou a outras lojas onde se vendem peças com o mesmo design mas mais em conta. Estar sempre à espera dos saldos está fora de questão, porque isso significaria ter aquele casaco super trendy e quentinho da colecção outono/inverno quase no verão. Nem sequer faz sentido. E é aqui que as restantes marcas do grupo Inditex entram! Quase sempre aquela peça giríssima que há na Zara tem modelos parecidos na Pull, na Stradivarius ou na Bershka a um preço mais simpático. E isto acontece principalmente com as peças tendência: os fantásticos calções/saia, peças em pele, t-shirts estampadas a imitar as camisolas das equipas de futebol americano, as cut-out boots, e por aí fora. Acho que este é um óptimo truque para termos as coisas que gostamos sem irmos à falência. 
Se a minha relação com a Zara, Stradivarius e Pull é feliz e próspera, o mesmo não se pode dizer da que tenho com a Bershka. Quando era miúda passava lá a vida mas de repente fartei-me do ambiente da loja e da péssima qualidade da roupa. Depois de muitos anos sem lá entrar começámos, lentamente, a fazer as pazes. Continuo a detestar o ambiente das lojas e a achar que a qualidade da roupa deixa muito a desejar mas é impossível negar que voltou a ter algumas peças interessantes, menos juvenis e acriançadas. Recentemente a marca deu uma nova cara ao site - finalmente! - que coincidiu com a chegada da nova colecção. Já passei todas as secções a pente fino e encontrei algumas coisas que não me importava nada de ver arrumadinhas no meu armário.


 


 



Calças de ganga push-up, P. V. P.: 24.99€. Tenho umas deste género que comprei na Zara há alguns anos. Foi amor à primeira vista e usei-as até à exaustão, por isso agora já estão demasiado gastas. Não sei se estas assentarão tão bem como as que tenho, mas nada como experimentar.





Calças de ganga rasgadas. Um clássico. Adoro a cor que me transporta para os dias quentes e descontraídos de verão. P.V.P.: 35.99€, um bocadinho caras, não?!



Mais uma pecinha que nos faz viajar até ao verão. Também existe o mesmo modelo apenas com cores sólidas - preto, branco, rosa - mas este é o meu preferido. As flores estão mesmo na moda e dão um ar muito feminino e carefree aos looks. Adoro. P.V.P.: 15.99€




Ando há imenso tempo à procura de umas boyfriend jeans como deve ser. Comprei umas o ano passado na Zara mas só quando as usei pela primeira vez é que reparei que tinham defeito... por isso queria mesmo um novo par. E se possível, perfeitinho. Gosto imenso da forma como caem no corpo e acho que ficam giríssimas quando conjugadas com sabrinas ou sapatos de salto alto. P. V. P.: 24.99€.




Ultimamente os ténis têm sido o meu calçado de eleição, não só para os fins-de-semana mas também para ir trabalhar com um look mais descontraído. Gosto de os conjugar com peças mais femininas ou clássicas. Adoro essas misturas que conferem aos coordenados um quê de divertido. Estes, tal como a saia, também gritam verão! - nota-se muito que já estou pelos cabelos com este tempo?
P. V. P.: 19.99€. É pena o tempo estar assim ranhosinho, senão ia buscá-los agora e começava já a dar-lhes uso.






Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:03

Kinky valentine

por Marisa Furtado, em 07.02.14

Não tenho especial afeição pelo Dia dos Namorados mas também não pertenço ao grupo dos haters que proclamam o ódio que têm às pessoas felizes e dizem à boca cheia que é ridículo haver um dia em que toda a gente anda aos beijinhos e a celebrar o amor. Cá eu, prefiro mil vezes isso às brincadeiras parvas do carnaval - eu levo a mal, ok? - e às abóboras em tudo quanto é lado no Halloween, essa festa tão portuguesa. Acho bonito haver um dia dedicado ao amor, tal como acho bonito haver um dia dedicado à família, um dia dedicado ao pai, à mãe, à criança. [Modo coaching on] Mas mais bonito ainda é cada um de nós fazer um esforço para não nos deixarmos assoberbar pelas coisas chatas do dia a dia e usar os muitos dias que temos no ano para nos dedicarmos às coisas e pessoas que realmente importam. [Modo coaching off]
Apesar de não ter nada contra este dia evito cair no cliché dos jantares a dois em restaurantes a abarrotar, com menus especiais estupidamente inflaccionados e também dispenso os ursinhos de peluche e relógios da Swatch com corações no lugar dos números e "love" escrito no mostrador. Acho tudo isso um bocadinho piroso e uma péssima forma de gastar dinheiro. Prefiro ficar no aconchego do lar - não há sítio mais romântico - e encomendar uma pizza, sushi ou dim sum e ver filmes delicodoces enrolada numa matinha com o mais-que-tudo e o gato. Porém, admito que há uma coisa a que o meu instinto consumista raramente consegue resistir nesta altura: a lingerie. O mês de Fevereiro é perfeito para investirmos em lingerie mais romântica e ousada. A oferta é maior e há quase sempre uma ou outra peça em edição limitada para celebrar o dia do cupido.
Já fiz o trabalho de casa e andei a ver o que há de mais romântico nas lojas da especialidade. Se a Oysho me faz perder a cabeça com a homewear, a Intimissimi é a minha loja de eleição para lingerie. É sempre tudo lindo e tem os melhores push-up do mundo - e por mundo entenda-se o mundo da lingerie a preços acessíveis. Estou, portanto, a excluir as La Perlas e Agent Provocateurs desta vida. 



 



Sem título #22


 



São ou não são de babar as peças da Intimissimi? E isto é só uma pequeníssima amostra. Quero tudo!!
Se preferirem coisas menos rendilhadas e a atirar para o inocente e fofinho, Oysho is the place to go:












A H&M também não quis ficar de fora e criou a sua própria colecção de lingerie para o Dia de S. Valentim.

















Ousadas ou inocentes, o importante é sentirmo-nos sexys e confortáveis com a nossa roupa interior, que é tão ou mais importante que aquilo que trazemos por fora. Sim, que aquela frase que diz que a confiança vem de dentro não se refere só àquilo que temos dentro da cabecinha. A lingerie também é uma grande ajuda. Por isso aproveitem esta altura para renovarem a gaveta da lingerie e livrarem-se daquelas meias com buracos, cuecas sem elásticos e dos sutiens frouxos que ainda têm guardados por aí vá-se lá saber porquê. No one wants to see that.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08

Querido vamos mudar as almofadas

por Marisa Furtado, em 31.01.14

Afinal não são só as lojas de roupa que nos querem enganar e por-nos a pensar que já estamos na primavera. As lojas de decoração também fazem parte desse complot, as malvadas! Desde que juntei os trapinhos com o meu homem lojas como Zara Home, Area, Loja do Gato Preto e, claro, IKEA fazem parte do meu roteiro de compras. O IKEA, então, não só é a nossa segunda casa como é, também, a primeira. Depois de compararmos preços noutros sítios e olharmos para o nosso singelo orçamento, chegámos à conclusão que o IKEA era o que melhor servia as nossas necessidades. A qualidade das coisas não é espectacular, mas são bem giras, modernas e baratinhas. Com dois mil euros mobilámos a casa toda. Uma pechincha. E se há ali coisas que eu, admito, não vão durar uma vida outras há que tenho a certeza me vão acompanhar uns bons anos. 


Apesar de já termos tudo o que precisamos há certas coisas que ao longo do tempo sofrem algum desgaste e que precisam ser substituídas. É o caso das almofadas da sala e dos pratos que, apesar de continuarem em excelente estado, já sofreram algum desgaste aos meus olhos. Estou farta das almofadas que temos no sofá e já não aguento comer naqueles pratos. Felizmente o meu homem também tem um sentido estético muito apurado e não se importa nada de passar uma tarde no IKEA e nas demais lojas de decoração a escolher coisas giras para dar um face lift à nossa casinha - uma palavra: soul mates! Só não lhe peçam para "perder tempo" nas secções das almofadas, que o homem começa a ficar nervoso. Não sei porquê! Está bem que eu sou indecisa e quanto mais variedade houver pior é, mas a escolha das novas almofadas para o nosso sofá não é uma decisão que possa ser tomada de ânimo leve. Há que analisar tudo ao pormenor, escolher entre os vários tamanhos e padrões, a qualidade do tecido e por aí fora. É todo um mundo que exige um aprofundado estudo de mercado. Graças a Deus existe a Zara Home que, a cada estação, tem coisas lindas lindas e, infelizmente, caras caras. Já me estou a babar para as mantinhas e almofadas em tons pastel. Mesmo que não venham morar cá para casa, servem de inspiração. Pode ser que nos saldos as consigamos agarrar.


 


 





 













 


Qualquer uma destas almofadas ia fazer um vistaço no nosso sofá cinzento. A primeira custa 29.99€ e a segunda, que já está esgotada no site, fica-se pelos 19.99€. As outras custam entre 3.99€ e 19.99€, dependendo do tamanho. Quero-as a todas!



Tapete de casa de banho, amoroso, 29.99€





Há lá coisa mais bonita onde se comer um cozido à portuguesa? Tenho a certeza que estes pratos iam alegrar ainda mais as nossas refeições. Adoro-os a todos! Adoro, adoro, adoro. Este conjunto de 4 custa 29.99€.





Este querido é tão giro e versátil que tanto podia ir para o hall da entrada como para a sala. Estou indecisa. Custa 159€.





Adoro candeeiros e acho que são peças essenciais numa sala. Assim mesmo, no plural. Não gosto de ver casas com apenas um candeeiro por divisão. O ambiente fica frio e nada acolhedor. É obrigatório ter uma boa luz de tecto que ilumine toda a divisão num ápice, mas não há nada como jogar com diferentes focos de luz para aquecer o ambiente. Como a sala é onde passamos mais tempo a fazer as mais variadas coisas - jantar, ler, ver televisão, receber as visitas - acho que é importante ter vários tipos de iluminação que se adaptem às diferentes necessidades. Este candeeiro lindíssimo custa 79.99€.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:11

Most wanted | The shirt issue

por Marisa Furtado, em 28.01.14

Ainda agora começou o inverno e as lojas já nos andam a torturar com roupa fresca a piscar o olho aos dias mais quentes. É uma verdadeira relação de amor/ódio, a que vivemos com as montras.
Duas das minhas peças de eleição para os dias de primavera/verão são, sem dúvida, as blusas e camisas. São peças muito versáteis que ora nos permitem ter um ar muito arranjadinho como, conjugadas com as peças certas, são a chave para um look casual chic, o meu favorito. Aqui ficam umas quantas a que já ando a deitar o olho e algumas opções de conjugação.


 


 



Zara, 29.95€


 



                                                                         

Zara, 29.95€







Sem título #18





Zara, 39.95€



Sem título #19











Zara, 29.95€


Sem título #20









Pull&Bear, 19.99€




H&M, 19.95€







Sem título #21









Todas elas combinam com jeans azuis escuras e calças pretas, duas peças básicas que todas devemos ter no armário, mas por vezes sabe bem sair da zona de conforto e arriscar com peças ou complementos menos óbvios.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:09

Most wanted | Fashion

por Marisa Furtado, em 21.01.14

Sinto que estou de ressaca. Não é que alguma vez tenha tido uma, mas pelos relatos que oiço devo andar lá muito perto. Os sintomas estão cá todos: ansiedade, enjoos, tremores, dificuldade de concentração, irritabilidade. Bom, talvez esteja a exagerar. Não tenho enjoos nem tremores, mas tenho tudo o resto! E porquê? Porque, ao contrário do que costuma acontecer, este ano não comprei nada nos saldos. Aliás, nem nos saldos nem fora deles. Não comprei na-da. Ok, mais uma vez estou a exagerar. Comprei um verniz na Kiko - muito giro mas de péssima qualidade, tal como os da Sephora. Uma pessoa pinta as unhas e umas horas depois faz coisas tão complicadas como calçar uns ténis e é ver o verniz a estalar... - e um pijama nesse pardieiro que dá pelo nome de Primark que, apesar de ser um S, me está a boiar. Pareço um palhaço com aquilo vestido. O meu homem quando me viu riu-se e depois disse: "Pois, está um bocadinho grande. Mas não te fica mal, até acho sexy!" Claro que é óptimo quando a nossa pessoa olha para nós dentro de um pijama com renas que parece ser dois números acima do nosso e, mesmo assim, achar-nos sexy. Ainda assim, aquela foi uma péssima compra. Mal empregados 12€. Portanto, a minha ida aos saldos este ano, como se pode ver, foi assim uma coisa muito fraquinha, a roçar o amadorismo. É por isso que estou a contar os dias para o final do mês para me vingar. Não posso estourar o meu ordenado na Zara com muita pena minha, tenho de comer e contas para pagar, mas já tenho umas peças, há muito, debaixo de olho. O plano é comprar uma ou duas... ou três coisinhas, vá, por mês até ter aquele conjuntinho de peças que tenho mesmo que ter


 


Da Zara


 










Ando há meses - meses!!!!! - a perseguir este casaco que, semana sim, semana não, esgota. Sempre que vejo uma rapariga com ele vestido - e já vi muitas - rogo-lhe pragas. "É o meu casaco que ali vai!!!" Em Fevereiro não me escapa! A não ser que esgote novamente claro... 



Da Pull&Bear





Quero porque quero um oversized jacket! O ano passado vi um lindo na Zara que na altura não comprei porque achava que era muito caro. Resultado: assim que começaram os saldos esgotou... story of my life. Este, não sendo tão espectacular como o outro, é mais barato e bem fofinho. 






Os mais atentos poderão alvitrar que só duas peças desta lista estão em saldos (o casaco da Pull e os botins da Zara), mas só uma pessoa doida se vai aventurar numa odisseia por verdadeiros achados em Fevereiro, dois meses depois dos saldos começarem. Esqueçam! Os achados, se é que houve algum, já se foram. Agora só há números muito grandes ou muito pequenos e peças com defeito - ora falta um botão, ora tem um buraco, ora está descosido. A esta altura do campeonato o truque é comprar as (poucas) peças que ainda há em saldos pela net e virar o radar para as novas colecções.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23


talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog