Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coitadinha, é tão branquinha...

por Marisa Furtado, em 17.07.15

Há duas coisas que as pessoas se acham sempre no direito de fazer e que a mim me causam uma certa confusão. A primeira é acharem que por estarem a conversar com uma mulher grávida estão no direito de lhe acariciar a barriga, seja a grávida sua filha ou uma estranha com quem se cruzaram no supermercado. Se está grávida, se tem um barrigão, então está subentendido que qualquer pessoa, a qualquer altura, lhe pode tocar na barriga. Se não estivesse grávida era só muito estranho, mas como está grávida já não faz mal. A segunda é acharem que podem fazer comentários sobre o tom de pele das outras pessoas durante toooodo o Verão, especialmente das branquinhas, como eu. Sobre este segundo flagelo já falei aqui, mas é uma coisa tão actual que nunca é demais regressar ao tema. 
Ontem à noite quando estávamos a pagar a conta do jantar uma das empregadas virou-se para mim e soltou um: "Esta menina ainda está muito branquinha!", com um sorriso maroto. Mas... que raio de comentário, completamente gratuito, é este? E qual é a razão do "ainda"? Isto é alguma competição? Será que estava a decorrer o concurso Miss Bronze '15 e eu não reparei? E será que a senhora fazia parte do júri? Tive de fazer o meu melhor sorriso e explicar, com calma, apesar de já não poder com estas observações, que estou e estarei sempre porque é essa a minha cor. Tenho uma tez clara. Simples. "Ah, pois, então tem de ter cuidado com o sol! Tem estado muito forte." Sim, obrigada, eu sei. Não acordei ontem com uma pele clarinha, toda a minha vida soube que tinha de ter particular cuidado com o sol. 
Este ano tem sido particularmente fértil neste tipo de observações. Um dia antes de vir de férias uma pessoa extremamente inconveniente com quem só tinha estado duas vezes disse: "Ai vai de férias! Está mesmo a precisar que está muito branca!" e diz isto com um tom como se estivesse a falar com alguém com lepra! Voltei a explicar que por muitas férias que tirasse nunca ia ficar escura, como ela, por exemplo, que tinha a pele toda queimada do sol. "Ah estou a ver. Deve ser como a minha filha que tem de se besuntar com factor 50, senão fica que parece uma lagosta." e isto leva-nos a outro ponto: sempre que digo que não me bronzeio muito há sempre uma alminha que faz um olhar de pena e lamenta: "Pois... primeiro ficas toda vermelha e só depois é que passa a bronze não é?". Huumm... não?! Fico vermelha se não tiver cuidado e ficar horas a torrar ao sol. Aí sim, fico vermelha, como, acho eu, qualquer pessoa. Ou o pessoal naturalmente mais moreno é imune aos escaldões? Não me parece. Se usar os protectores adequados ao meu tipo de pele e se me proteger nas horas de maior calor, mesmo estando na praia, vou-me bronzeando gradualmente. E não, não fico vermelha. Sei que pode ser um choque para muita gente, mas vou ganhando um tom douradinho, ainda que para muitos um bronzeado como deve ser só conte a partir do momento em que alguém se pareça com uma tablete de chocolate negro com 70% de cacau. 
Pessoas, façam a vossa cena, sejam conscientes e protejam-se do sol, não queiram ganhar bronze à pressa que isso, mais tarde, paga-se e deixem as outras pessoas em paz. Nós, as branquinhas, dispensamos os vossos comentários patetas. Ser mais clarinha que a grande maioria dos portugueses não é crime nem doença ok? E, ao contrário do que possam pensar, isto não é nenhum concurso para ver quem chega ao fim do Verão mais escuro. Relaxem.

Boas férias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28

Fériaaas!

por Marisa Furtado, em 13.07.15

Ainda ontem estava regressar de Nova Iorque e já estou de férias outra vez. Há vidas piores.

 

Este ano tínhamos pensado tirar uns dias lá mais para o fim de Agosto/início de Setembro mas a verdade é que depois de uma semana em viagem a andar, andar, andar, estávamos mesmo a precisar de férias a sério, daquelas para não fazer nada. NA-DA. Senti-me brutalmente cansada e sem energia neste mês e pouco que se seguiu à semana em NYC, por isso os planos para estes 15 dias vão variar entre dormir, alapar o rabo na toalha e absorver toda a vitamina D que conseguir – sempre barrada com não menos que SPF 50 – e deliciar-me com as iguarias do costume: bolas de Berlim sem creme, venham elas!, peixe grelhado acabadinho de pescar – amoooo aqueles restaurantes dos pescadores montados no areal -, tupperwares cheios de melancia e melão, bolacha americana e gelados. O que é que uma pessoa pode pedir mais?

Geralmente a ideia de duas semanas de praia parece-me muito boa antes de ir mas ao fim do quarto dia começo a ficar com bicho carpinteiro e a precisar de fazer algo mais para além de estar esticada ao sol. É a pensar nisto que todos os anos guardamos tempo para passear e visitar as capelinhas de sempre: Cacela Velha, Ayamonte, Tavira, Vila Real de Sto. António. Tudo com muita calma e bem diluído ao longo dos 15 dias. 

11411972_10206831446563265_5813605249071316899_o.j

O meu Kubrick com o ar mais chateado do mundo dentro da transportadora, já no carro. Miou o miar mais sofredor que conseguiu e depois resignou-se e adormeceu.  

 

11119983_10206833684819220_5422404828638264593_o.j

 

Tralha do primeiro dia de praia.

Óculos - Stradivarius (saldos)

Saco - Stradivarius (saldos)

Chapéu - Primark

Protectores - Nívea para o corpo, La Roche-Posay para o rosto e o spray Solar Defense da L'oreal para o cabelo

O livro da Paula Hawkins é viciante! Recomendo.

 

11728805_10206833732740418_798104999365757024_o.jp

O meu primeiro pôr-do-sol na praia do ano. @Monte Gordo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14


talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


passaram por cá



no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow


Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog