Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Séries que valem a pena

por Marisa Furtado, em 21.08.14

Sou viciada em séries. Quando encontro uma que me prende vejo todos os episódios religiosamente e não descanso enquanto não chegar ao fim. E quando chego fico com aquele vazio esquisito, como se não houvesse mais nenhuma tão boa, que me prendesse tanto, como aquela. Acho que até hoje só houve uma que me tivesse desiludido a meio: a Anatomia de Grey. Tinha tudo para ser a melhor série de médicos, daquelas que se transformam em séries de culto, mas com a mania de esticarem as histórias ao máximo começou a perder qualidade. Todas as séries têm um fim e mais vale terminarem em grande, quando ainda são boas e nos prendem ao ecrã, do que quando já ninguém quer saber. Veja-se o exemplo de O Sexo e a Cidade e Friends. Duas séries excelentes - as únicas que revejo vezes sem conta sem me fartar - que terminaram na altura certa, antes de o espectador se começar a aborrecer. Mas felizmente ainda há óptimas séries que alimentam este meu vício. Homeland é uma delas, que vai recomeçar em Setembro, can't wait!, mas agora o vício cá em casa é a The Strain. Há uns dias o meu homem falou-me com bastante entusiasmo deste novo hype que tinha muito boa classificação no IMDB e que foi um sucesso desde o primeiro episódio. "É uma série de terror e ficção científica, baseada numa trilogia vampírica do Guillermo del Toro, sobre um vírus que se espalha pela cidade e contamina toda a gente." Ora bem, isto é só, assim de repente, tudo aquilo que eu não suporto em cinema/televisão. Detesto filmes de terror, a ficção científica aborrece-me de morte e nem me abriguem a falar de zombies e/ou vampiros. Torci o nariz mas ele estava tão entusiasmado com aquilo que lhe fiz a vontade e sentei-me com ele a ver. Meus amigos, pára tudo! Esta é, muito provavelmente, a melhor série de 2014! Sim, tem tudo aquilo que eu não gosto só que aqui as coisas estão tão bem feitas, a história está tão bem pensada, que é impossível ficar indiferente. O Guillermo del Toro é completamente fucked up e criou monstros aterradores que tornam quase impossível desviar os olhos do ecrã. Pode soar a contrassenso mas é o que é. Não tem nada a ver com aqueles vampiros hipsters com corpos de Adónis que brilham ao sol, nem com os mortos-vivos de 1982 que andam todos tortos e perdem braços pelo caminho. São monstros extremamente bem feitos e credíveis, que podem só estar ali em pé quietos, a olhar para a câmara, com um aspecto humano normalíssimo que já nos provoca arrepios na espinha, tal é a maldade que para ali vai. Bolas, têm mesmo de ver isto. I'm hooked. A primeira temporada vai a meio mas a segunda já está confirmada e vai estrear para o ano. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:15


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


passaram por cá



no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog