Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Piropos à portuguesa, com certeza

por Marisa Furtado, em 21.01.15

Um dia, com tempo, gostava que alguém me explicasse qual é o objectivo de certos animais homens quando passam na rua por uma mulher que nunca viram na vida, nem hão-de voltar a ver, e soltam cumprimentos do género: "Olá linda", "Olá coisa fofa", "És toda boa", "Hum, que querida" ou, como tive o prazer de ouvir ontem, "Amo loiras, f.......". Mas o que é isto?!?! Juro que não percebo. Coisa fofa?! Querida? Mas de onde é que aquele caramelo me conhece para me estar a chamar coisa? E, pior ainda, fofa? Qual é o objectivo destas tiradas? Se é que há algum objectivo. Duvido que haja. O que é que eles acham que conseguem com isto? Será que estão à espera que nos viremos para trás a dizer: Olha que querido, muito obrigada, tu também não és nada de se deitar fora. Dá-me lá o teu número para combinarmos um cafézinho. Conheço um restaurante aqui perto que tem uns brunchs óptimos. Ou preferes ir já para um motel para despacharmos isto? Que eu, com essa pick up line refinadíssima, já estou aqui que não me aguento. É que podem tirar o cavalinho da chuva que isso só acontece nos filmes, e não é em todos, só naqueles de gosto duvidoso. Provavelmente os únicos que vêem.

Aquilo que sinto quando sou presenteada com estes "elogios" (des)inspirados é nojo. Nojo da pessoa que os diz, vergonha - aquela do "Amo loiras (...)" foi dita aos berros num sítio cheio de gente... - e sinto-me ofendida e zangada, de tal forma que a única vontade que tenho é de me virar para trás e pregar um valente estaladão no delicado focinho do indivíduo. A única mensagem que passam é a de que são uns rebarbadões de primeira apanha, a fina flor do entulho, e que não há mulher nenhuma no mundo que respeitem. Sexy, ãh? E ao mesmo tempo parece que sofrem de um espectro muito particular da síndrome de Tourette, que só se manifesta quando vêem uma mulher que lhes agrade. Ficam descontrolados e dizem a primeira coisa que lhes vem à cabeça. Vómito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:07


33 comentários

Sem imagem de perfil

De Gustavo a 22.01.2015 às 12:46

Pois cá eu, de sexo (não o género mas o funcional) não preciso e, depois de quatorze namoradas (uma de cada vez, hem), de cinco casamentos e outros tantos divórcios é chegada a hora de arrumar as botifarras que cópula é negócio que sai caro e mulher é bicho incompreensível e pouco recomendável. Como, pessoalmente, não entendo nem aceito ter relações sexuais com uma profissional da matéria e homens também não me atraem, considero-me pois, atualmente, de orientação autosexual, e já me dou por bastante satisfeito... Agora, como o maior prazer que tiro da vida é o visual, atrevo-me a escrever que, no universo estético dos humanos, nada se compara ao vislumbre de umas boas pernas de mulher em andamento, e ao seu respetivo coroamento ou remate, de preferência sobre uns saltos altos a condizer (esta moda dos collants, usados sem nada por cima também veio mesmo a calhar) … No entanto, pode a Senhora Dona Inês Tomé, quanto a mim, ficar descansada, que não olho de alto a baixo, só de meio para baixo e com a discrição devida a não ferir a suscetibilidade da respetiva possuidora de tais atributos, uma vez que a ação se desenrola, geralmente, focada à retaguarda. De resto, plenamente de acordo que é uma atitude desprezível e desrespeitadora, catrapiscar outras mulheres com a sua ao lado, e também no que concerne aos piropos, que é coisa reles e ordinária, demonstrativa de quanto certos machos humanos involuíram na proporção inversa da evolução propriamente dita, que tanto se apregoa.

Comentar post



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog