Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Not a fan | Maybelline Baby Lips

por Marisa Furtado, em 12.02.14
Tal como já tinha referido por aqui, um dos produtos que tinha curiosidade para experimentar era o batom Baby Lips da Maybelline. Como é meu hábito, antes de comprar qualquer produto de beleza, pesquiso o mais que posso e, em praticamente todas as reviews que li, era dito que o Baby Lips era óptimo, que hidratava maravilhosamente, que as cores eram fantásticas e que já não queriam outra coisa. Enfim, era a última Coca-Cola no deserto a 2€ e pouco. Ora eu, que não largo o meu batom da Neutrogena mas, de tempos a tempos, fico triste por andar com os meus lábios a nú, parecia que estava a ver, finalmente, a luz ao fundo do túnel: um batom mega hidratante, com cor e baratinho! Tudo em um! Assim que pude fui ao supermercado mais próximo adquirir o meu exemplar, mas infelizmente só tinha duas opções: o Quenched, que é assim um rosa muito claro que não me convenceu mesmo nada e o Peach Kiss, meio acastanhado, que foi o que trouxe comigo.
Pois que este é o típico caso da montanha que pariu um rato. De facto assim que se passa o batom nos lábios nota-se uma diferença na cor - o Peach Kiss tem mesmo uma cor bonita. Um acastanhado/pérola. Não sei explicar melhor, só mesmo experimentando -, a textura é confortável nos lábios que ficam macios e a cheirar bem, mas se isto durar 3h é muito. A cor é absorvida pela pele num instante e a hidratação não tem, em mim, o tal efeito de 8h que eles apregoam. Com o Neutrogena posso não ter os lábios com cor, mas se puser o batom depois de almoço é certo como o nascer do sol que fico a tarde inteira com os lábios hidratados e suaves, mesmo se comer ou beber qualquer coisa. Com este da Maybelline tenho de o pôr umas três vezes durante o mesmo período. That's a no no for me. De formas que enquanto durar vou continuar a usá-lo pontualmente. Talvez de manhã antes de sair de casa e ao fim do dia quando sair do trabalho, para dar aquela corzinha saudável aos lábios. Mas quando acabar duvido que o volte a comprar. Não quero com isto demover ninguém até porque o que não resulta comigo pode resultar perfeitamente com outra pessoa. Já dizem os americanos e com toda a razão: one woman's trash is another woman's tresure.

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:05



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


passaram por cá



no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog