Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Kinky valentine

por Marisa Furtado, em 07.02.14

Não tenho especial afeição pelo Dia dos Namorados mas também não pertenço ao grupo dos haters que proclamam o ódio que têm às pessoas felizes e dizem à boca cheia que é ridículo haver um dia em que toda a gente anda aos beijinhos e a celebrar o amor. Cá eu, prefiro mil vezes isso às brincadeiras parvas do carnaval - eu levo a mal, ok? - e às abóboras em tudo quanto é lado no Halloween, essa festa tão portuguesa. Acho bonito haver um dia dedicado ao amor, tal como acho bonito haver um dia dedicado à família, um dia dedicado ao pai, à mãe, à criança. [Modo coaching on] Mas mais bonito ainda é cada um de nós fazer um esforço para não nos deixarmos assoberbar pelas coisas chatas do dia a dia e usar os muitos dias que temos no ano para nos dedicarmos às coisas e pessoas que realmente importam. [Modo coaching off]
Apesar de não ter nada contra este dia evito cair no cliché dos jantares a dois em restaurantes a abarrotar, com menus especiais estupidamente inflaccionados e também dispenso os ursinhos de peluche e relógios da Swatch com corações no lugar dos números e "love" escrito no mostrador. Acho tudo isso um bocadinho piroso e uma péssima forma de gastar dinheiro. Prefiro ficar no aconchego do lar - não há sítio mais romântico - e encomendar uma pizza, sushi ou dim sum e ver filmes delicodoces enrolada numa matinha com o mais-que-tudo e o gato. Porém, admito que há uma coisa a que o meu instinto consumista raramente consegue resistir nesta altura: a lingerie. O mês de Fevereiro é perfeito para investirmos em lingerie mais romântica e ousada. A oferta é maior e há quase sempre uma ou outra peça em edição limitada para celebrar o dia do cupido.
Já fiz o trabalho de casa e andei a ver o que há de mais romântico nas lojas da especialidade. Se a Oysho me faz perder a cabeça com a homewear, a Intimissimi é a minha loja de eleição para lingerie. É sempre tudo lindo e tem os melhores push-up do mundo - e por mundo entenda-se o mundo da lingerie a preços acessíveis. Estou, portanto, a excluir as La Perlas e Agent Provocateurs desta vida. 



 



Sem título #22


 



São ou não são de babar as peças da Intimissimi? E isto é só uma pequeníssima amostra. Quero tudo!!
Se preferirem coisas menos rendilhadas e a atirar para o inocente e fofinho, Oysho is the place to go:












A H&M também não quis ficar de fora e criou a sua própria colecção de lingerie para o Dia de S. Valentim.

















Ousadas ou inocentes, o importante é sentirmo-nos sexys e confortáveis com a nossa roupa interior, que é tão ou mais importante que aquilo que trazemos por fora. Sim, que aquela frase que diz que a confiança vem de dentro não se refere só àquilo que temos dentro da cabecinha. A lingerie também é uma grande ajuda. Por isso aproveitem esta altura para renovarem a gaveta da lingerie e livrarem-se daquelas meias com buracos, cuecas sem elásticos e dos sutiens frouxos que ainda têm guardados por aí vá-se lá saber porquê. No one wants to see that.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog