Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Blonde vs. red

por Marisa Furtado, em 15.01.14

Sempre fui muito stressada com o meu cabelo, que para mim é assim uma espécie de diamante em bruto por lapidar. Don't touch the hair!! Uma vez saí de um cabeleireiro a chorar copiosamente porque me cortaram bem mais que os 10cm que tinha pedido. Nunca mais lá fui. Houve ainda outra vez que pedi nuances e me fizeram auto-estradas amarelas da raíz até às pontas. Comecei a hiperventilar, a ter suores frios e acho que até o meu olho esquerdo começou a tremer com os nervos. Nunca mais lá pus os pés! Foram precisos 27 anos para, finalmente, encontrar o meu cabeleireiro. O 244 Avenida, onde pago mais que os 15/20€ dos cabeleireiros de rua ou de centros comerciais, que tantos desgostos me deram, mas onde sei que posso estar completamente descansada. O corte fica sempre nas mãos do Flávio e a cor nas mãos da Susana.


Toda a minha vida tive o cabelo loiro e bem comprido. Quando era pequena até parecia uma alemã, com o cabelo bem, bem claro. Com os anos tem ficado um bocadinho mais escuro, mas nada que umas nuances perfeitas não resolvam. Sempre gostei dele assim mas desde o ano passado que me tem apetecido fazer-lhe coisas diferentes, o que para mim foi um choque, tendo em conta o pudor que sempre tive no que toca a mudanças radicais no penteado. No início de 2013 fartei-me do cabelo compridão, respirei fundo, fechei os olhos, e pedi para mo cortarem pelos ombros. Adorei! Uns meses depois veio a mudança maior: a franja! Já não andava com franja para aí desde os 7 anos. Agora, o cabelo já me dá pelo peito e a franja já toca na ponta do nariz. Gosto dele assim, talvez com a franja um tudo nada mais curta, a abrir ao meio, assim tipo cortina. Feitas as experiências com o corte, que até correram bem - ufa! -, agora pode ser a vez de experimentar uma cor diferente! Se até há bem pouco tempo mudar a minha cor de cabelo era algo que estava completamente fora de questão, hoje dou por mim a pensar se seria assim tão má ideia passar do loiro a... ruivo. Não um ruivo vermelhão tipo Jessica Athayde - too much - mas um ruivo a atirar para o alourado. 


 




Amy Adams





A lindona-de-cair-para-o-lado Blake Lively





Julianne Moore





Por agora vou manter a cor de sempre, mas na próxima ida ao cabeleireiro peço opinião à especialista. Indecisa como sou, e avessa a grandes mudanças, lá para Março do ano que vem dou o passo. Será?


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Rita Oliveira a 15.01.2014 às 11:48

Simmm!
Bora Marisa :)

Comentar post



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Sara

    Desculpem mas eu AMEI este champo seco. Comprei em...

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro Neves

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog