Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Rota dos restaurantes | Honorato

por Marisa Furtado, em 24.03.14

Fui pela primeira vez ao Honorato o ano passado e não fiquei impressionada. Achei o espaço muito giro mas os empregados muito verdinhos, assim um bocado trapalhões, e o meu hambúrguer tinha muito bom aspecto mas... não tinha sal. Como sofro de um grande mal que é não gostar de incomodar as pessoas, mesmo quando o devo fazer, não o mandei para trás e comi-o assim mesmo. Foi provavelmente o pedaço de carne mais aguado que já comi. Apesar de tudo queria dar-lhe mais uma oportunidade por isso, no fim-de-semana passado, fomos lá almoçar e... começou mal. Chegámos às 14h30 a pensar que aquilo estava vazio e não só não havia um lugar para nos sentarmos como havia fila! Fila! Para comer!... Este é talvez o momento ideal para explicar que quando estou com fome transformo-me num bicho resmungão que ninguém atura. Nem eu. Estar em filas para o que quer que seja, num dia normal, já é coisa para me tirar do sério, mas para comer... jasus! Não há nada que me aborreça mais. A rapariga responsável pela waiting list, muito simpática e parecida com a Gisela João, disse-nos que tínhamos de aguardar "apenas" 15 ou 20 minutos. Torci o nariz, mas como já tínhamos planeado ir ali almoçar e não nos apetecia estar a pensar noutra solução à pressa, esperámos. 15 ou 20 minutos depois, que me pareceram dois dias, lá nos sentámos. Como estávamos quase a definhar de fome pedimos o que eles chamam de mata-bicho, que não são mais que umas coxinhas de frango com queijo derretido no meio que me souberam a pato. Bastava porem-me mais três coisinhas daquelas à frente e estava almoçada. Mas não, que nós tínhamos ido ali pelos hambúrgueres! Pedi um Gorgonzola e esperei ansiosa. Ansiosa porque tinha fome. Ansiosa porque nunca tinha comido queijo gorgonzola - é aquele com bolor - e estava curiosa. E ansiosa porque a coisa da última vez esteve muito próxima de um hambúrguer natura. Pouco tempo depois vieram os pratos para a mesa com o bom aspecto de que me lembrava e um sabor... fenomenal! O hambúrguer estava bem temperadinho e bem passado como eu gosto, o queijo é assim qualquer coisa da extraordinário e a cereja no topo do bolo foram aquelas batatinhas fritas caseiras com molho de maionese e alho. Perfeito.


 







Hamburguer Gorgonzola: tomate, aleface, queijo gorgonzola e agrião




Como eu e o meu homem somos uns pequenos alarves, não satisfeitos com as batatas e o hamburguer ainda pedimos a única sobremesa da casa: a mousse de chocolate, que é uma delícia e vem fresquinha dentro de um daqueles potes onde guardamos as bolachas.








Mousse de chocolate com bolacha Maria ralada







Como esta segunda experiência correu tão bem vou partir do princípio que a primeira vez foi apenas azar e um acidente de percurso do chef. Vou sem dúvida voltar para provar os hamburguers que me faltam. 












Pormenor da decoração




Está visto que ninguém respeita o que está aqui escrito e andam a gritar aos sete ventos que ali é que os humburguers são bons






Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:25



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


passaram por cá



no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...

  • Restaurante A Mexicana

    Sr. Miguel Diniz, obrigado pelo elogio!Quanto ao p...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog