Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tenho um problema na minha vida: gosto de tecnologia. Bem, talvez não seja uma coisa assim tão abrangente. Gosto de telemóveis. Pronto, assim é que é. Gosto de telemóveis com écrans grandes, com boas câmaras e bonitos. De dois em dois anos costumo trocar de telemóvel. Gosto de ter sempre o mais recente, o mais giro, o que tem a câmara melhor. Pode parecer uma maluquice, sei que sim, mas a verdade é que este bichinho é mesmo uma extensão de mim e por isso tenho necessidade de estar sempre up to date. Gosto de fotografia mas é impensável andar sempre com o meu canhãozinho - uma Lumix FZ45 -, não é propriamente a coisa mais prática e leve de transportar dentro da mala, por isso o meu telemóvel tem de ter uma boa câmara. Já sei que à partida não vai ter o mesmo desempenho que uma máquina fotográfica a sério mas se puder ser a next best thing, tanto melhor. Ah, e sou maluca pelas aplicações de fotografia! Sou fã do Instagram, óbvio, mas agora a menina dos meus olhos é a Lomo Camera que transforma o nosso telemóvel em 9 câmaras analógicas diferentes que dão um efeito brutal a qualquer imagem por nós capturada. Para além disto, também sou extremamente organizada e, também aqui, as apps são as minhas melhores amigas. Adoro as agendas e aquelas que nos permitem fazer listas sem fim. Tenho listas para tudo: de músicas que gosto e que quero acrescentar ao meu iPod, das coisas que me fazem falta em casa, de restaurantes bons e baratos em Lisboa, das coisas essenciais para levar na mala de viagem, dos livros que quero comprar... enfim. Tudo é razão para fazer uma lista e como não tenho paciência para andar com caderninhos e agendas dentro da mala, que já anda suficientemente cheia, uso o telemóvel. 


O ano passado pensei que esta minha obsessão para ter sempre o mais recente modelito tinha acabado. Comprei um LG todo giro com um écran de umas simpáticas 4.7 polegadas, fininho, bonitinho. "Agora é que é. Este vai acompanhar-me durante anos!" Era bom, mas não. Com o tempo comecei a aperceber-me de coisas que me irritavam bastante: a lista de contactos demora uma eternidade a abrir, e eu nem tenho assim tantos; às vezes bloqueia e reinicia-se sozinho; a câmara, por vezes, demora uns 5 segundos a disparar e a qualidade das imagens não é assim tão boa. Já perdi a conta às fotografias que tirei e que ficaram todas desfocadas ou demasiado escuras. Claro que o facto de o ter deixado cair dentro de água há uns meses não ajudou em nada nestas coisas. Ficou ainda mais lento, bloqueia ainda mais vezes - especialmente quando estou a fazer multi tasking - e a câmara... enfim, é um desespero. Foi assim que comecei a invejar o iPhone do meu homem, um Apple lover assumido. Depois de inúmeras quedas e de um vidro partido aquele iPhone 5 nunca bloqueia, nunca engonha e as fotos saem SEMPRE bem. Sempre! Ora, o que é que isto faz a uma pessoa que está desesperada por ter um telemóvel perfeito? Fá-la chegar à conclusão que precisa de um iPhone como de ar para respirar, claro. Durante semanas esta ideia não me saiu da cabeça. Até sonhava com ele! Entretanto fiquei de cama com uma gastroenterite e a febre do iPhone passou... mais ou menos. Há medida que fui ficando melhorzinha lá voltava eu aos sites da especialidade para o comparar com os restantes. A minha perdição é o 5s dourado.



 


Acho que é lindo, a câmara é bastante boa, tem um flash xpto que não deixa as pessoas todas brancas e, ao que parece, o IOS não dá metade dos problemas que os Androids dão. Mas tem um problema, ou melhor, vários: é caríssimo, a versão de 16GB não me chega, teria sempre de optar pela de 32 que custa uns super acessíveis 800€; é de alumínio e por isso ao mínimo toque fica logo cheio de mossas - eu bem vejo pelo que tenho cá em casa - e tem um écran bem mais pequeno relativamente aos que estou habituada. Mas eu até estava disposta a esquecer o tamanho do écran para ter este menino nas mãos, mas a limitação de espaço da versão mais barata - 700€... - é incomportável para mim. Com a quantidade de fotografias e de aplicações que preciso aquilo ficava cheio num instante. 


Rendida às evidências, às duras evidências, comecei a ver o que mais havia no mercado. E afinal o mercado nem está mauzinho de todo! Depois de muito pesquisar fiquei indecisa entre estes três que preenchem os meus principais requisitos: giro, com boa câmara e espaço suficiente para pôr tudo o que precisar lá dentro.


 


Samsung Galaxy S5


 






O novíssimo LG G3 - chegou a Portugal a semana passada e é exclusivo da MEO





E o Samsung Galaxy S4 que, apesar de não ser nenhuma novidade, é um telemóvel bastante bom e sempre muito elogiado em todas as reviews






São todos demasiado caros - mas não tão caros como um iPhone, claro - e foi por isso que ainda não perdi a cabeça e não trouxe um deles para casa. Gosto muito do G3 mas acho que é capaz de ser um bocadinho grande demais para mim. Quero um telemóvel, não um tablet. Por agora vou-me contentando com as passagens pelas lojas e mexendo ora num, ora noutro. Até ao dia em que perco a cabeça, e o amor ao dinheiro, e trago um destes bebés comigo.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:53


6 comentários

Sem imagem de perfil

De m-M a 24.06.2014 às 11:11

Vai espreitar o Huawei P7.
Eu sou uma Huawei lover. o meu Rapaz é um Apple lover.
Ele que me ofereceu o meu Huawei diz que é a marca que faz o melhor crossover entre os 2 sistemas e ele mesmo apixonou-se pelo P7, que saiu este mês.
É bonito tanto em branco com em preto e os preços são mais acessíveis ;)

Para veres, eu não ligava nenhum a isto até ele me ter oferecido o Droidinho e agora não sei viver sem ele. É rapidito, não bloqueia muito, aguenta loads de apps e a camara está sempre a melhorar.

Boa sorte.

Beijinho,
Sem imagem de perfil

De Marisa Furtado a 24.06.2014 às 14:27

Tens razão, o Huawei P7 é muito giro. Até se parece com o iPhone 5 e tudo! E a câmara frontal de 5mp é um piscar de olho aos selfies lovers. Mas... é só 50€ mais barato que o LG G3. Se calhar por essa diferença de preço ia para o LG.
Sem imagem de perfil

De João Ferreira Dias a 24.06.2014 às 16:52

A Samsung faz os melhores telemóveis em termos de qualidade do ecrã (leia-se cores, e definição) e máquina fotográfica, sendo nesses aspetos superior ao iPhone, sempre. Mas o iOS é muito superior ao android, falo isto tendo um iPad, um Mac Pro e um Samsung Galaxy SIII. Da minha parte vou aguardar pelo iPhone 6 que será do tamanho do Galaxy.
Sem imagem de perfil

De Fireflies a 24.06.2014 às 17:15

Já tive um Galaxy e há praticamente um ano tenho um iPhone 5, não há qualquer comparação possível: não bloqueia por ter mais que duas aplicações abertas (acontecia-me aos montes no Samsung), a câmara tira a foto assim que se carrega no botão, há imensas aplicações sem correr o risco de o telemóvel "apanhar vírus", enfim... imensas coisas, podia estar aqui o dia todo. É um telemóvel super rápido, prático, muuuito intuitivo e bonito!
Eu comprei o meu numa promoção da Fnac, e consegui aproveitar numa altura que a Promofans fez o desconto duplo (acho que vão fazer outra vez nos próximos dias). Não podia estar mais satisfeita e, se puderes, não penses duas vezes!
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De m-M a 24.06.2014 às 18:24

Sim, se já o conheces :)
Eu é que deveria de receber comissão da Huawei de tanto que falo neles :P

Desculpa pelos typos...

Beijinhos e parabéns pelo recorte,
Sem imagem de perfil

De Okay ;) a 24.06.2014 às 18:40

Eu sou um pouco suspeita, porque tenho um mas, atualmente, a samsung faz imensa concorrência à apple. Posso afirmar que em certos aspetos a samsung tem tão bons ou melhores equipamentos. Por isso, apostar num samsung pode ser uma boa opção quando se quer uma boa relação entre qualidade-custo.
Espero que encontres o telemóvel que precisas :)

Comentar post



talk to me!

theallengirlblog@gmail.com

Mais sobre mim

foto do autor


passaram por cá



no tumblr

Allen girl

no polyvore

my Polyvore

no pintarest

Pinterest

Follow



Comentários recentes

  • Carla Marques

    E os comentários dos defensores do piropo no Faceb...

  • isabel

    Quem consegue sair de casa e deixar para trás um r...

  • Marisa Furtado

    Não! Apeteceu-me apenas mudar-lhe o nome e o visua...

  • Pedro

    Por momentos pensei que o blog estaria de saída do...

  • Restaurante A Mexicana

    Sr. Miguel Diniz, obrigado pelo elogio!Quanto ao p...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog